Follow by Email

terça-feira, 20 de novembro de 2012

o primeiro dia e a tempestade


eu tô lendo um livro que , por enquanto, tô gostando muito. "o primeiro dia", de marc levy. acho que já falei aqui que tenho a teoria de que os livros acham a  gente e não o contrário, né? pois então, esse livro me achou num sorteio. entrei de farra num concurso de um site bacana e fui sorteada. nem acreditava que iriam entregar, mas entregaram, em tempo recorde e tudo certinho. confesso que nunca antes havia ouvido falar dele. comecei a ler sem nenhuma pretensão. e tô me surpeendendo. de verdade. estou na página 200 (são 365 ao todo). mas lá pela página 142 achei isso e reproduzo aqui:
"há dias que parecem se iluminar com coisas pequenas, insignificâncias que nos deixam incrivelmente felizes; uma tarde bisbilhotando brechós, um brinquedo que surge da infância, num bazar de quinquilharias, uma mão que se agarra à nossa, o telefonema inesperado de alguém, uma palavra de ternura, o abraço de um filho, sem qualquer expectativa senão a de um pouco de carinho. há dias que parecem se iluminar por pequenos momentos de felicidade, um perfume que deixa a alma feliz, um raio de sol na janela, o barulho da tempestade que se ouve ainda na cama , as ruas cobertas de neve ou a chegada da primavera e seus primeiros viços..."    e ontem foi um dia assim. mesmo doente, de cama, fui surpreendida pelo barulho da tempestade. pequeno momento de felicidade, uma vez que amo tempestades, ventos e afins. infelizmente aquele meu pequeno momento de felicidade foi um momento de terror e pânico para muita gente. na asa norte (bairro onde moro. para quem não é de brasília, explico: a cidade tem formato de avião. e asas ficam ao sul ou ao norte. portanto, asa sul e asa norte. a minha é a norte). na asa norte, onde vi o caos de pertinho, o sofrimento foi gigante com a tal tempestade. que na verdade nem foi tempestade, foi uma hora e meia de chuva forte. segundo o inmet - instituto nacional de meteorologia, foi uma chuva razoável.apenas. o suficiente para deixar prédios alagados, a w3 (via que passa em frente a minha casa) intransitável. eu olhei pela janela e tinha um rio passando lá embaixo. juro que vi até um carro boiando. em uma hora e meia de água. só uma hora e meia e deu essa merda toda? é. o caos se instalou. foi uma calamidade. e sabe o que é pior disso tudo, mas o pior mesmo? é que todo ano tem chuva. ano passado foi a mesma coisa, não tão forte num dia só, mas foi também caótico, e quer saber? em 2010 também foi! eu pergunto: cadê a gestão pública pra resolver o problema? a chuva é tão imprevisível assim? ainda não deu tempo de pensar em ações para impedir o caos? se a água da chuva tá alagando prédio, tá deixando as ruas igual a um rio é porque não tem por onde sair. não tem boca de lobo suficiente, ou não tem boca limpa. não tem rede de águas pluviais, não tem esgoto, não tem drenagem.além disso o crescimento urbano desordenado não deixou espaço pra água escoar. asfaltaram tudo. e derrubaram árvores. o que é aquele noroeste que estão construindo ali? antes toda a água da asa norte saia pelas ruas do tal noroeste, agora criaram aquele monstrengo urbanístico e querem que a rua não alague? governinho nulo esse nosso, hein? no país da copa...ah mas pra fazer estádio tem dinheiro, tem gente, tem gestão. pergunta se teve algum problema no estádio nacional? claro que não. ah mas a culpa desse caos não é só da administração pública. não, não é mesmo. os mal educados que jogam papel no chão, garrafas pet em qualquer lugar, esses também tem culpa. não pense que "apenas uma tampinha de garrafa" não vai fazer mal, porque faz. de pouco em pouco se tem uma montanha. e depois não adianta chorar o leite derramado. a gente colhe o que a gente planta.  eu insisto nesse assunto de lixo porque fico realmente indignada quando vejo o descaso com que as pessoas tratam o lugar onde moram. e depois ainda reclamam! falando em descaso com meio ambiente, vi um videozinho hoje que veio bem a calhar no assunto: vejam e compartilhem por ai.
http://www.videolog.tv/video.php?id_video=869369
é triste? é mas pode ser que colabore para a conscientização de alguns.
e voltando aos pequenos momentos de felicidade, começou a chuva novamente. pra mim, uma benção. vou fazer um café e esquentar um pão de queijo. mas para quem está na rua, tomara que seja leve. tomara que ninguém fique ilhado, nem preso no elevador, nem com carro boiando na w3. de coração, espero que não.

foto publicada pelo g1

fotos publicadas pelo correioweb
  

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

alguns dos últimos filmes que eu vi

faz tempo que não falo de filmes aqui, né?então tenho algumas dicas.


"Procura-se um amigo para o fim do mundo" 

em resumo é: a terra vai acabar em 3 semanas. como seriam os seus últimos momentos? é o que mostra a história. filminho com steve carell (o engraçadíssimo steve carell. pra mim a melhor cena da carreira dele é como apresentador no filme "todo poderoso" com o jim carrey. toda vez que eu vejo morro de rir) e keira knightley, do "piratas do caribe". mistura romance, drama e comédia. é muito bonitinho, e lógico, eu chorei. nem preciso dizer que foi no final. um filme com um nome desses...e tinha um cachorrinho que me derreteu. enfim, eu recomendo para uma tarde sem compromisso. em certos momentos, pensei no "ensaio sobre a cegueira" do saramago. evidentemente que mantendo as devidas proporções e guardadas as diferentes propostas, mas aquela coisa de perder a civilidade diante do inevitável. vale tudo só porque o mundo vai acabar? será? enfim, assistam.

"Abraham Lincoln: caçador de vampiros"


esse é pra quem gosta do gênero. se não gosta de vampiro, caçadores de vampiros e histórias fantásticas, não veja. mas se gosta saiba que foi um filme supreendente. de cara eu pensei: quanta bobagem meu pai, não tem mais nada para inventarem. e quer saber? foi muito bem feitinho. fotografia linda. um elenco forte. o lincoln é benjamin walker. confesso que não lembro dele em outros filmes. ele alto, meio desengonçado, você nem acredita que vai ser capaz de tanta destreza, mas é. o trabalho de envelhecimento dele foi bem legal. teve horas que ficou parecido com o liam neeson. outro cara bom é o dominic cooper que trabalhou no "capítão américa". tá ótimo. e claro, o maravilhoso, lindo, salve salve rufus sewel, amo. e segue com elenco bacana. além da fotografia, vale nota a inovação: vampiro aqui tem poder de ficar invisível.ah e linkar com acontecimentos reais ficou bacana. diversão para quem gosta do gênero. lixo para quem não é fã do assunto.


"Rock of Ages"


com um lindo tom cruise. é um musical. confesso que comecei a ver e achei um saco. mas passados os primeiros 10 minutos a coisa engrenou e ficou bom. tá, bonzinho, vai. em resumo é uma historinha de amor boba, boba mas tem muita música legal. claro que vi somente pelas músicas. e pelo generoso tom cruise, que deve ter entrado nessa porque deve ser amigo do diretor, ou do produtor. nada justifica ele ter feito o filme. aliás, que bom que fez, ele tá ótimo. tem uma insuportável catherine zeta - jones (não gosto dela de jeito nenhum, acho uma fraude). a história do alec baldwin (o dono da casa de shows) é sensacional, o melhor do filme. só pra dar um gostinho, ele faz par romântico com russell brand (aquele maluco que fez "arthur, o milionário" e "ressaca de amor"). dai dá pra ter uma ideia. a história é baseada em um musical da brodway. cheia de clichês e afins, mas as músicas valem.

 
"Chernobyl Diaries"


em resumo: turistas vão visitar prypiat, uma cidade fantasma próximo a chernobyl e acabam se metendo numa enrascada. a cidade não estava abandonada como eles pensavam. pronto, não dá pra contar mais nada. é um filme que me surpreendeu. não dava nada por ele. também faz a linha terror. se não gosta do gênero nem assista. eu gostei do clima de suspense, foi muito bem costuradinho. climão de cidade abandonada, dá um arrepio de se pensar em tudo o que pode acontecer. e tudo ali é bastante plausível, isso é o que dá mais agonia.elenco desconhecido para mim. o que mais me pareceu familiar foi o ator russo dimitri diatchenko, que trabalhou no indiana jones inclusive. aliás pra dar mais veracidade, tem uns diálogos em russo. o curioso que eu achei é que o oren peli teve a ideia, produziu e fez o roteiro. ele também é produtor e roteirista dos filmes "atividade paranormal" 1,2,3 e 4. a ideia de fazer a porra do atividade paranormal é dele! olha o que eu achei na internet: "Em sua casa, onde morava sozinho, costumava escutar barulhos estranhos e batidas, o que lhe deu a ideia para realizar um filme sobre um casal que convive com muitos ruídos e decide colocar câmeras em cômodos da casa para ver o que estava acontecendo de estranho enquanto dormiam. Daí nasceu Atividade Paranormal, um longa que custou US$ 15 mil e faturou impressionantes US$ 193 milhões em todo mundo." o cara é bom o quê? 


"Missão Impossível 4 - protocolo fantasma" 

mais um tom cruise. mais um filme da série e segue todo o roteiro de explosões e cenas inacreditáveis. ao meu ver o melhor da franquia, sem dúvida. com cenas de arrepiar (por exemplo quando ele está escalando o hotel pelas janelas) e outras de uma destreza de direção impressionante. efeitos especiais bem legais. vale a pena, se gostar da coisa do impossível. porque metade do filme é impossível mesmo. hehehhee nota especial para a participação de simon pegg o ator inglês que já nos matou de rir em "shaoun of the dead" ou "todo mundo quase morto" (naquelas traduções inexplicáveis aqui no brasil) e "paul - o alien fugitivo", entre outros.

é isso. em um mundo em que todos somos fotógrafos e críticos de cinema, ficam as dicas. fui.  

  

 

domingo, 4 de novembro de 2012

desabafo: paciência zero com a humanidade


sempre achei que homem que gosta de carro grande tem pau pequeno. também acho que todo homofóbico é gay. existe algum mecanismo psicológico  que nos faz compensar nossas frustrações. acredito que, em essência, somos movidos a desejo, realizações e frustrações. pra muita gente as frustrações são maiores que as realizações. são essas que precisam descontar em alguém ou em alguma coisa os próprios fracassos. por isso acho mesmo que todo motorista de carrão tem pau pequeno, todo homofóbico na verdade é um gay que não tem coragem de se assumir. todo homem que bate em um inocente é corno, ou nunca teve amor de mãe. nada mais justifica a violência por parte de alguns babacas que andam por ai. o que justifica um filho da puta espancar outro? ou um marido bater na esposa? ou no filho? só pra se mostrar? o que ele ganha com isso? ou então quem maltrata animais ou pior, os que caçam pra se exibir. o que a pessoa ganha em troca? admiração? não , isso certamente não. babacas só conquistam babacas. só pode ser algo monstruoso que tem lá dentro que não permite a pessoa ser feliz. o tamanho da frustração deve ser tão grande que nem dá pra mensurar. quer descontar a raiva que tem do mundo? vai lavar um tanque de roupa suja, vai fazer sopão pra pobre, vai correr a maratona de nova iorque. vai gastar essa energia com algo positivo.  ninguém tem culpa de você ser um babaca, fracassado mal amado. e as outras tantas vezes em que a violência não é física? todo dia encaro pessoas frustradas que se envenenam com os próprios dissabores. gente que quer se dar bem não pelos próprios méritos, mas derrubando alguém. (nota mental: odeio gente que goza com pau dos outros). tanta gente que é mal educada, que humilha, que se acha superior. gente que quer ganhar no grito. pessoas que não se dão o trabalho nem das mínimas regras de convivência. e outras tantas que só querem se dar bem acima de tudo. por quê? pra quê? ganha o quê com isso? a gente só ganha admiração dos outros quando faz por onde, não pelo medo, pela intimidação. só se ganha respeito quando se respeita. e o pior de tudo, mas o pior de tudo mesmo, é que o mundo tá cheio desses babacas por ai. ah como tô de saco cheio dessa gentinha, dessas cabecinhas. paciência zero com a humanidade.