Follow by Email

terça-feira, 6 de agosto de 2013

dica de filme - os miseráveis




vi, com atraso, no fim de semana. confesso que estava protelando com medo do musical. não que eu não goste de musical, na maioria dos casos gosto muito, mas sei lá, duas horas e tanto de filme, musical e tal. se arrependimento matasse eu tava morta e enterrada.
eu simplesmente amei. deveria ter visto muito antes e muitas vezes.
foi adaptado de um musical que por sua vez foi baseado na obra de victor hugo (o mesmo autor francês que fez o corcunda de notre-dame). 
chorei litros. primeiro com a atuação belíssima da fantine (papel da anne hathaway). ela ganhou oscar pelo papel. mas estava estupenda. uma única música vez valer quase o filme todo. ali já me acabei nas lágrimas.
difícil foi ficar com raiva do inspetor javert porque russel crowe tava ótimo.
eu li os miseráveis um milhão de anos atrás. depois vi a adaptação que fizeram com o gerard depardieu e john malkovich (foi uma minissérie inglesa do ano 2000, no caso eu vi tudo junto, como se fosse filme) . ali foi fácil odiar javert, malkovich tava até nojento. e na verdade eles mostraram só parte da história. agora não, o musical contou tudo, ou quase tudo. enfim, crowe tá ótimo com a cara e voz de vocalista de banda de heavy metal. 
achei sinceramente que a veia cômica do filme, a parte da helena bonham carter e do sasha baron cohen , senhora e senhor thénardier (os que criaram cosete), não foi tão cômica assim, na verdade me deu nos nervos, não gostei, chato e previsível. os dois fazem sempre o mesmo papel, foi essa a impressão que tive.
e o apaixonante hugh jackman tava maravilhoso no papel de jean valjean. é difícil pensar nele como wolverine. agora ali quem cantou muito, de verdade, foi a éponine, vivido pela samantha barks. essa moça fez alguma coisa antes desse filme? juro que não sei. mas cantou pra caramba e fez outra linda cena onde me debulhei em lágrimas mais uma vez.
pena que a cosete era sem graça. quando criança estava lindinha, mas depois que cresceu, hum, achei desafinadinha e apagada. 
mas no geral eu amei o filme. tem quem ache cansativo. pois pra mim quando acabou eu queria mais, muito mais.
eu adorei tudo. a fotografia, o cenário, as roupas, os cabelos, tá tudo incrível. vale super a pena. fica ai a dica.    

Nenhum comentário:

Postar um comentário