Follow by Email

quinta-feira, 16 de maio de 2013

anjos



quando nasci, sabe o anjo torto do drummond? 
aquele que vive na sombra? pois é, ele também me disse para ser gauche na vida. 
já o anjo triste do renato russo, que passeia pela via láctea, ele não veio de repente. 
mas tive a certeza de que acima de nós agem outras presenças. 
ai o anjo da guarda da clarice me disse que eu tenho que fazer tudo por mim mesma. 
foi então que comecei a ver estrelas demais, meus sonhos não voltaram atrás e não cheguei perto pra dizer: anjo. 
cresci e não apareci na vida de ninguém como um anjo. 
veio mais uma vez a decepção: nove mil anjos me disseram que a terra é de ninguém. 
hoje estou triste. perguntei se o anjo queria ir passear. ele respondeu: 
– hoje não dá. vou consertar a minha asa quebrada e descansar. 
– mas está um dia tão bonito lá fora. 
– hoje não dá. 
nessa hora outro anjo lindo apareceu, com olhos de cristal e me enfeitiçou. 
foi um anjo do céu que me trouxe a joia perfeita. 
agora eu sei que suas asas vão me proteger e ele vem me beijar. 
mas só quando tá escuro, ai ninguém repara nas meias, ele abre as asas e se sente em casa. 
porém, mais uma vez o anjo bateu asas e voou para bem longe. 
me resta fechar os olhos e sentir falta de você, anjo bom, amor perfeito no meu peito.



3 comentários:

  1. As palavras certas na hora exata...
    Que perfeição!
    ...E mais uma vez o anjo da inspiração te pegou nos braços e te deu asas pra voar.

    ResponderExcluir
  2. ei don, que bom que você gostou. e tô por ai, dando asas a imaginação. beijão

    " De um lugar da onde despenquei feito um anjo que morreu de raiva
    Na queda eu me despedacei mas eu já me permito mudar"...

    ResponderExcluir
  3. bonito, deca, mas evite os AÍs.
    sim, eu sei que vc escreve do jeito que quiser, mas eu tb, por isso a dica: PARA DE AI. hehehe.

    ResponderExcluir