Follow by Email

quinta-feira, 17 de maio de 2012

como existe gente porca! ...e o dia do gari...

obra de arte com o lixo...reciclagem
 a gente vai ficando velha e vai ganhando um monte de maniazinha...eu por exemplo, tô daquelas tias beeeem chatinhas que reclamam muito, cheia de manias e tais...agora dei pra catar lixo...quando menos espero, lá tô eu pegando lixo do chão, folha de jornal jogada, copinho de plástico, embalagem de chocolate...é impressionante a quantidade de gente porca que existe no mundo (e aqui um pedido de perdão aos porcos, tadinhos, que só são sujos porque não são bem cuidados...)...o que tem de gente mal educada...é mais fácil calcular o que tem de pessoas bem educadas, essas dariam no máximo pra encher um estado do tamanho de sergipe, no máximo, extrapolando, um acre da vida...é impressionante! e as pessoas não têm pudor algum...vale sujar em qualquer lugar, a qualquer hora...abre uma balinha? jogar o papel no lixo pra quê, né? solta no ar....chupou um picolé, lá vai o pauzinho no chão (gente, tô falando de picolé, por favor...)...tem gente que bebe refri de latinha e joga  pela janela do carro! eu fico pensando que esse povo deve imaginar que uma nave alienígena vinda da casa do caralho pousa todos os dias por ali pra catar a sujeira que eles fazem...nem bicho faz tanta sujeira como esses bichos humanos...o gato enterra o cocô, o cachorro também...aliás, são os animais os que mais sofrem com a degradação da natureza e 
os bichos são os que mais sofrem
é o homem o principal culpado...esses nojentos seres humanos...falando em sujeira...hoje é dia do gari (16 de maio)...parabéns a esses profissionais que sofrem, viu? vale aqui uma pequena historieta (ou historiola, adoro)...dizem por ai que o nome gari é em homenagem ao francês pedro aleixo gary...ele foi o primeiro a assinar uma contrato de limpeza pública com o império lá nos idos de 1870 e poucos...ele ficou responsável pela remoção de lixo das casas e praias do rio de janeiro (ridicccchaaaanêro). depois dele veio o primo luciano gary...ficou tudo em família...contam que os cariocas, pra fazer a limpeza das ruas depois da passagem dos cavalos, mandavam chamar a turma do gary. ai pegou...(tirei essa historinha da internet, não conferi os dados, me perdoem se tiver algum erro...não tive tempo de conferir a veracidade dos fatos)...de qualquer maneira eles surgiram pra fazer a limpeza de árvores, recolher cocô de cavalo, mas aos  
dia do gari...parabéns aos invisíveis
poucos foram limpando toda a imundície que esse pessoal podre espalha por ai...e eles que estão há tantos anos na luta, para muitos, simplesmente não existem...tem uma tese de mestrado de um psicólogo da usp, fernando braga da costa, que concluiu que os trabalhadores braçais são invisíveis aos olhos da sociedade, é o que se chamou de "invisibilidade social"...ele varreu as ruas da universidade por um mês e contou que simplesmente as pessoas não olhavam pra ele...olha esse trecho de uma entrevista dele (do site strongcafein): "professores que me abraçavam nos corredores da usp passavam por mim, não me reconheciam por causa do uniforme. às vezes esbarravam no meu ombro e sem ao menos pedir desculpas seguiam me ignorando, como se tivessem encostado em um poste ou um orelhão"...em outro trecho ele diz que "uma vez um dos garis me convidou pra almoçar no bandeijão. ai entrei no instituto de psicologia para pegar dinheiro (...) passei em frente ao centro acadêmico, em frente a lanchonete... tinha muita gente conhecida...eu fiz todo esse trajeto e ninguém em absoluto me viu"...o pesquisador contou que ia pra casa chorando e encerrou dizendo que "ser ignorado é uma das piores sensações que existem na vida" ....já vi gente simplesmente não perceber quando a faxineira da redação entra na ilha de edição e dá boa tarde...é como se ela estivesse falando com as paredes...a dona maria é a minha querida...a gente conversa, troca ideia...um dia no plantão - ela é faxineira, não copeira, não tem obrigação nenhuma de fazer café - também nem sei porque ela estava lá, no plantão de domingo não tem copeira, enfim...no tal plantão a dona maria me ouviu quase chorando porque não tinha café, "em plantão é assim, a gente sempre se lasca", choramingava eu por ali...pois a dona maria fez um café, e foi me servir lá na minha mesinha, na redação...que parou embasbacada para ver a gentileza que eu recebia...uns ainda tiveram a ousadia de reclamar e dizer que nunca receberam um tratamento vip assim....ao que respondi: você ao menos sabe o nome da senhora que me serviu? poizé, eu sei...tipo, luta pela liberdade de expressão, pelos direitos da puta que pariu mas nem olha na cara da faxineira, que legal você é, né? enfim....falava eu da gente mal educada que joga lixo pela janela do carro!!!! sim, já vi vááárias vezes....você sabia que na austrália jogar lixo na rua ou guimba de cigarro no chão dá multa? é...se fosse aqui ia ter gente vendendo a mãe pra pagar essas multas, né não? outra curiosidade, o brasil é campeão na reciclagem de latinhas de refrigerante...poizé...e apesar de todo o apelo da reciclagem,o lixo ainda é tratado do jeito que é...aqui em brasília é um horror...
o mundo tá se acabando em lixo...socorrooooo
temos pouquíssimos pontos de coleta de recicláveis, um povo sem educação e um estado que não tá nem ai...o que é aquele lixão da estrutural? quanta gente já deve ter morrido ali? ano passado fiz uma série de reportagens especiais com a repórter manuela borges..."lixo: problema seu"...ficaram supimpas os vts, modéstia à parte...(*nota mental:achar os vídeos para postar aqui)...numa das reportagens se falava em novo ponto de reciclagem de lixo, em reestruturação do lixão da estrutural, em novos serviços blá blá blá...tinha um embrólio entre qualix, slu e a delta , as responsáveis pela limpeza pública....éééé a delta, do escândalo do cachoeira...não lembro direito a falcatrua, mas teve dinheiro roubado, contrato fraudulento enfim...e depois desse tempo todo o que se fez????n-a-d-a...tá tudo na mesma...e na época, nós idiotas, gravando entrevistas com secretário que MENTIU na nossa cara....eita governinho de merda esse nosso, né? falando em governo, vi na emissora g. uma entrevista do administrador de samambaia falando que retira lixo e entulho de uma área verde no setor de chácaras quase todo dia e todo dia o povo vai e despeja mais lixo...que é um trabalho ingrato, que os moradores precisam de mais educação! siiim, educação é a palavra!!! educação que se aprende em casa...educação que passa de pai pra filho....educação que a mãe dá desde que o moleque é pequeno e joga as coisas no chão...é bonitinho? deve ser, mas é dai que se começa a ensinar que não se faz isso...mas quem ensina os pais se os avós também foram mal educados??? é preciso que todos saibam e não só tenham conhecimento, mas consciência que vivemos em sociedade o que exige um mínimo de civilidade... respeitar os limites do outro...minha liberdade vai até onde começa a sua, não é isso? cuidar do meio-ambiente é tarefa de todos, e não só de garis e faxineiras...é responsabilidade sua sim jogar o lixo no lugar certo...é responsabilidade nossa cuidar do coletivo sim, cada um tem que fazer a sua parte...o que é público não tem dono? não, tem muitos donos...o que é público não é de ninguém? não, o que é público é meu, seu, nosso...público deriva do latim publicare“tornar público”publicus, “relativo ao povo”, populus, “povo”...pronto, comecei o discurso!!! por isso que digo que tô
próximo passo:usar luvas
 velha chata...o próximo passo é sair de luva, pra não sujar tanto a mão no trabalho de catar lixo...espero que eu não chegue ao ponto de ficar louca e começar a bater em gente mal educada... encerro com manuel bandeira: "o bicho"...vi ontem um bicho na imundície do pátio...catando comida entre os detritos...quando achava alguma coisa, não examinava nem cheirava: engolia com voracidade.o bicho não era um cão, não era um gato, não era um rato.o bicho, meu deus, era um homem".

crianças no lixão: isso é vida? é digno?

2 comentários:

  1. Tenso... Belém é muito pior... as pessoas jogam cocos... isso mesmo!!! ... cocos pelas janelas dos carros e ônibus, dentre outras imundícies que permeiam a paisagem marajoára e dão um leve toque sofisticado de merda ao aroma centenário da capital do Pará... Infelizmente, lá... os garis só pedem esmolas e limpam valas. Mas a noite é boa, as praias são lindas e a cerveja é gelada... Daí salva!!! Mas aqui é a capital, deveria ser um exemplo de verdade!!! Mas enfim... corrupção é uma praga... uma doença que não diminui... isso vale pra países onde a imprensa é ativa e nos que ela é submissa... Enfim, o que nos vale é filosofar sobre a furtividade dos garis e a ganância do homem e torcer para que, no futuro, os poucos sejam muitos e os muito sejam poucos.

    ResponderExcluir
  2. é isso ai bruninho, nos resta acreditar que a humanidade ainda tem jeito....

    ResponderExcluir